Bancos perdoam juros e parcelam dívidas em até 96 vezes
NOTÍCIAS
Na tentativa de recuperar o dinheiro emprestado, em meio a números crescentes de inadimplência no Estado e no país, bancos e financeiras estão fazendo ações especiais para renegociação de dívidas. Os débitos podem ser parcelados em até 96 vezes e os descontos em juros e multas podem chegar a 100%.
Um dos bancos que tem aumentado esforços para negociar dívidas é a Caixa Econômica Federal, que lançou um programa que permite negociar débitos pela internet. No programa, o débito pode ser parcelado em até 96 meses e, dependendo do caso, as parcelas podem ser de até R$ 50 mensais.
 
O serviço vale para empréstimos e financiamentos com atraso superior a 60 dias.
No Banco do Brasil também é possível negociar pela internet, pelo BB Solução de Dívidas. Ali, o consumidor pode parcelar todo o saldo devedor que tem com o banco em uma parcela mensal.
O Banestes é outro que oferece parcelamento maior, em até 48 vezes. De acordo com a superintendente de Reestruturação de Ativos do Banestes, Carla Barreto, para renegociar a dívida, o cliente pode ir a qualquer agência. “O Banestes oferece descontos que podem chegar até 100% dos juros de mora, dependendo do caso, com parcelamento em até 48 meses. Ou seja, o valor original da dívida é preservado, porém os juros moratórios e as multas podem ser perdoados”.
A Dacasa também oferece parcelamento, em até 12 vezes e, em alguns casos, com abatimento de até 100% dos juros.
 
O presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon), Eduardo Araújo, lembra que as negociações mais vantajosas são para pagamentos à vista com dívidas próximas de prescrever.
“O consumidor tem que ficar atento aos juros do parcelamento e pesquisar em outras instituições se existe crédito a taxas mais competitivas. Além disso, o pagamento à vista costuma proporcionar bons descontos em multas e juros. Se não for possível, é preciso avaliar se a parcela cabe no orçamento, senão volta à situação de inadimplência, às vezes até pior, porque a dívida se eleva ainda mais. Tem que se planejar”, orienta.
 
Caixa Econômica Federal
 
Tem serviço on-line para negociação de dívidas de empréstimos e financiamentos com atraso superior a 60 dias. É só acessar o site, preencher um formulário e, ao final, o consumidor recebe uma proposta, escolhe a data de vencimento e os boletos são gerados na hora.
Condições
O parcelamento é em até 96 meses, com parcelas que, dependendo do valor, podem ser de R$ 50 mensais. É necessário pagar 10% do valor total da dívida na primeira parcela.
Cartões
Para cartões, a negociação é por telefone, no número 0800 726 8068, opção 8. Também faz negociação nas agências.
 
Banestes
 
Renegocia dívidas de empréstimos, cartões de crédito, cheque especial e financiamentos em qualquer uma das 132 agências no Estado - não precisa ser na agência onde é correntista.
Condições
As situações são analisadas caso a caso. Os descontos podem chegar até 100% dos juros de mora, com parcelamento em até 48 meses.
 
Banco do Brasil
 
Oferece uma ferramenta on-line para facilitar a renegociação de dívidas com a instituição: o BB Solução de Dívidas, para correntistas e não correntistas (www.bb.com.br/solucaodedividas). Lá, o cliente parcela o saldo do cartão de crédito, cheque especial e empréstimos, tudo junto, em uma única parcela mensal, e escolhe a data para pagar. Descontos são avaliados caso a caso.
Dacasa
Serviço
Realiza negociação de débitos a partir de 61 dias de atraso nas lojas e pelo telefone 4002-3233 (regiões metropolitanas) e 0800-777-3636 (demais localidades), de segunda a sexta, das 8 às 19h, e aos sábados, das 8 às 13h50. Nas lojas, é preciso levar documento de identificação com foto e CPF.
Condições
As dívidas podem ser parceladas em até 12 parcelas e, dependendo do caso e do tempo de atraso, a negociação pode chegar ao abatimento de 100% dos juros. Pagamentos à vista são os que têm os maiores descontos.
 
Itaú
 
Renegocia débitos por telefone, internet, caixas eletrônicos ou agências. No site (www.itau.com.br/renegocie), o cliente pode renegociar contratos, conversar com consultores via chat, consultar ou imprimir boletos e sugerir uma proposta de renegociação. Os telefones das centrais de renegociação são 4004-5533 (regiões metropolitanas) e 0800 722 5533 (outras localidades).
 
Santander
 
Analisando caso a caso, o banco oferece canais por telefone ou pela internet para renegociar, nos telefones 4004-2262 (regiões metropolitanas) e 0800 704 3722 (demais localidades), de segunda a sábado, das 8 às 21h; ou pelo e-mail negociacao@santander.com.br (é preciso informar o CPF na mensagem).
 
Bradesco
 
Só faz negociações nas agências. O banco analisa caso a caso para dar descontos ou parcelar débitos.
 

 

Leia +
Comerciante assassinado com um tiro na nuca ao lado da mulher em Anchieta
Agente penitenciário se irrita com churrasco e atira em rua do ES
Morador colhe batata doce de quase 13kg em Jacaraípe, ES
Entenda o cálculo da nova aposentadoria
Feirão online para limpar o nome tem 10 negociações por segundo
Zelador é preso suspeito de estuprar duas crianças em Cariacica, ES
INSS deve pagar 4 mil aposentados do ES após erro, diz MPF
 
 
 
 
© Copyright 2015 - Todos os direitos reservados - Rádio Piúma FM