Bandes libera R$ 218 milhões em investimento e retoma capacidade de capital
NOTÍCIAS
O relatório de gestão do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), divulgado nesta terça-feira (31), mostrou que o banco retomou sua capacidade de investimento após os resultados negativos do último ano. A meta de desembolso para 2016 foi alçada em R$ 218 milhões, mais que o dobro dos R$ 100 milhões investidos no ano passado.
Além da meta para 2016, o evento também contou com a despedida do então presidente do banco, Luiz Paulo Velloso Lucas (PSDB), que disse focar agora para a construção de sua candidatura a prefeito de Vitória. Quem o substitui interinamente é a ex-presidente da Companhia Espírito Santense de Águas e Saneamento (Cesan) Denise Cadete, que ocupava o cargo de diretora de Administração e Finanças do Bandes.
Luiz Paulo destaca que a retomada de investimentos, mesmo em um momento de crise, se deve à adoção de uma nova filosofia, voltando as energias do banco para o fortalecimento do microcrédito, o investimento em parcerias público-privadas (PPP) e às novas fontes de recursos, como o BNDES e o Fundes.
O tucano deixa a presidência com um planejamento já traçado até 2018 e a previsão de que até lá o Bandes injete na economia capixaba cerca de R$ 1,8 bilhão. As prioridades de concessão de crédito previstas no plano é para a Economia Criativa, a Economia Verde e o Comércio Exterior.
“Deixo o Bandes feliz por esses 14 meses de trabalho que foram muito desafiantes, ainda mais em um contexto de crise. Cumprimos com a missão de reinventar o banco, que nos foi repassada pelo governador Paulo Hartung (PMDB)”, afirma.
Novo nome ainda deverá ser apresentado ao Banco Central
A presidente interina do Bandes, Denise Cadete, explica que deverá comandar o banco apenas de maneira transitória e que o novo presidente ainda deverá ser indicado, apresentar documentação ao Banco Central, que por sua vez é quem irá dar o aval sobre a nova diretoria.
“É um grande desafio substituir o Luiz Paulo, mas vamos dar continuidade a todos os projetos estabelecidos por ele. Vou fazer a transição da melhor forma possível para a próxima pessoa que for assumir”, disse.
Bandes criará empresa para direcionar capital estrangeiro para startups capixabas
O governador Paulo Hartung e o presidente do Bandes, Luiz Paulo, também assinaram um projeto de lei a ser enviado para a Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) para a criação da subsidiária integral Bandespar - Bandes Participações S.A. A empresa vai atuar na identificação de startups potenciais com faturamento de até R$ 12 milhões anuais, adquirindo um percentual de suas ações e as preparando para seguir em frente recebendo investimento estrangeiro.
"Frequentemente recebemos gestores de fundos de investimento estrangeiros procurando por negócios para investirem aqui no Espírito Santo. Funcionará como um condomínio para investidores. Este é o segundo passo do nosso plano de aproximar os capixabas dos investidores. Começamos esse processo a partir do fundo Criatec III, onde colocamos R$ 10,1 milhões do Bandes em empresas inovadoras. O resgate deste capital será em 10 anos e devolveremos o que rendeu desse dinheiro para os capixabas", afirma Luiz Paulo.
Fonte: Gazeta Online

 

Leia +
Comerciante assassinado com um tiro na nuca ao lado da mulher em Anchieta
Agente penitenciário se irrita com churrasco e atira em rua do ES
Morador colhe batata doce de quase 13kg em Jacaraípe, ES
Entenda o cálculo da nova aposentadoria
Feirão online para limpar o nome tem 10 negociações por segundo
Zelador é preso suspeito de estuprar duas crianças em Cariacica, ES
INSS deve pagar 4 mil aposentados do ES após erro, diz MPF
 
 
 
 
© Copyright 2015 - Todos os direitos reservados - Rádio Piúma FM