Candidato que mais gastou em campanha ganhou apenas 105 votos
NOTÍCIAS

 

O autônomo Luiz Carlos Rodrigues, o Luizinho do PT, foi candidato a vereador no município de Linhares e gastou, segundo a prestação de contas declarada ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), R$ 220,1 mil em materiais gráficos, como santinhos, adesivos e panfletos.
De acordo com a base de dados do TSE, Luizinho é quem mais gastou na campanha a vereador no Espírito Santo, ficando acima dos R$ 113.267,22 estabelecidos pelo teto de gastos de Linhares para campanhas no Legislativo. Só que isso não adiantou: ele não se elegeu.
Apesar dos números oficiais, segundo o próprio candidato, apenas R$ 1 mil foi investido em sua candidatura. Com apenas 105 votos no município, Luizinho explicou que fez toda sua campanha de bicicleta e ônibus, distribuindo panfletos pelos bairros de Linhares.
 

 

“Eu gastando R$ 200 mil (risos)? Se tivesse esse dinheiro eu nem seria candidato. Minha campanha não teve nada, nem carro de som e nem carro para eu andar pela cidade. Arrecadei apenas R$ 1 mil com parentes e amigos, mas não foi o suficiente para conseguir me eleger”, conta Luizinho, que está desempregado e faz bicos em um bar da cidade. “Estou indo no contador do partido e vou regularizar minha situação”, garantiu.
RESPONSABILIDADE
Segundo o TSE, as prestações de contas dos candidatos só vão ser analisadas a partir do dia 1º de novembro, prazo para o envio do relatório final das despesas durante as eleições. Em seguida, os juízes eleitorais vão conferir os documentos apresentados e, caso identifiquem alguma irregularidade, notificar os candidatos. O Ministério Público Eleitoral também pode fazer acusações formais, se suspeitarem de possíveis fraudes nas contas apresentadas.
Até lá, o conteúdo publicado para os eleitores no DivulgaCand é de responsabilidade dos próprios candidatos, que cadastram os relatórios pela internet e as informações entram automaticamente no sistema.
RANKING DOS 'GASTÕES'
Caso as despesas da candidatura de Luizinho sejam comprovadas, o gasto do concorrente à vaga de vereador seria equivalente ao que utilizou o 16º candidato a prefeito que mais gastou no Estado, ficando acima das despesas de muitos prefeitáveis da Grande Vitória, como Marcelo Santos (PMDB), Juninho (PPS) e Amaro Neto (SDD). 
Analisando o montante "investido" na campanha e o número de votos, cada voto em Luizinho custou R$ 2.095,23. Veja os 10 candidatos a vereador que mais gastaram no Estado.
 
Leia +
Comerciante assassinado com um tiro na nuca ao lado da mulher em Anchieta
Agente penitenciário se irrita com churrasco e atira em rua do ES
Morador colhe batata doce de quase 13kg em Jacaraípe, ES
Entenda o cálculo da nova aposentadoria
Feirão online para limpar o nome tem 10 negociações por segundo
Zelador é preso suspeito de estuprar duas crianças em Cariacica, ES
INSS deve pagar 4 mil aposentados do ES após erro, diz MPF
 
 
 
 
© Copyright 2015 - Todos os direitos reservados - Rádio Piúma FM