Descarregou o revólver e executou Joakson
NOTÍCIAS

Joakson foi executado com pelo menos seis tiros, no bairro Planalto em Anchieta

O jovem Joakson Barboza Teixeira, 19 anos, residente no bairro Planalto em Anchieta-ES foi executado com seis tiros por volta das 14h00, desta quarta-feira, na rua dos Badejos. Pelas informações repassadas à redação, o assassino descarregou o revólver na vítima e carregou novamente, mas Joakson já estava morto.

Sobre a motivação, inicialmente a Polícia Civil –PC trabalhou com duas hipóteses, uma que poderia ser queima de arquivo porque Joakson teria denunciado um suspeito pela morte de um tio, mas em seguida descartou essa hipótese e segue na linha de guerra de facções criminosas.

Joakson até pouco tempo residia em Piúma, mas resolveu se mudar para o bairro Planalto em Anchieta e lá teria se envolvido com o tráfico de drogas.

Informações extraoficiais dão conta de que Joakson teria, na noite desta terça-feira aterrorizado o bairro Planalto, teria brigado em casa, bateu na mãe e feito ameaças e uma facção criminosa teria feito justiça. A Polícia Militar- PM não confirma essa versão, disse que houveram tiros no bairro na noite desta terça, mas teriam sido disparados por dois homens em uma motocicleta.

A PM já tem um suspeito, mas ainda não pode divulgar para não atrapalhar os trabalhos da PC, as investigações estão em curso, na próxima edição os detalhes desse homicídio em Anchieta.

O corpo de Joakson permaneceu no local até a tarde desta quarta à espera da Perícia da Polícia Civil que o removeu ao Departamento Médico Legal – DML para necropsia.

FONTE: ES NOTICIAS 

Leia +
Comerciante assassinado com um tiro na nuca ao lado da mulher em Anchieta
Agente penitenciário se irrita com churrasco e atira em rua do ES
Morador colhe batata doce de quase 13kg em Jacaraípe, ES
Entenda o cálculo da nova aposentadoria
Feirão online para limpar o nome tem 10 negociações por segundo
Zelador é preso suspeito de estuprar duas crianças em Cariacica, ES
INSS deve pagar 4 mil aposentados do ES após erro, diz MPF
 
 
 
 
© Copyright 2015 - Todos os direitos reservados - Rádio Piúma FM