Ex-governador do ES, José Ignácio Ferreira é condenado por sonegar mais de R$ 4,3 milhões
NOTÍCIAS
O ex-governador do Espírito Santo, José Ignácio Ferreira, foi condenado pelo crime de sonegação de tributos no valor de mais de R$ 4 milhões. A Justiça determinou pena de quatro anos e oito meses de reclusão em regime, inicialmente, semiaberto, além do pagamento de multa no valor de R$ 76,8 mil.
 
Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF-ES), a partir de investigação da Receita Federal, foram encontrados diversos depósitos sem comprovação de origem, efetuados em dezembro de 1998, em conta particular do ex-governador (enquanto era senador) no valor total de R$ 2.846.900,00, que caracterizavam fato gerador de imposto de renda e deveriam constar na declaração anual de José Ignácio.
 
Por isso, o réu foi enquadrado no artigo 1º, inciso 1, da Lei 8.137/1990 (lei que define os crimes contra a ordem tributária). A sentença foi proferida no dia 3 de julho, pela 1ª Vara Federal Criminal da Justiça Federal no Espírito Santo.
 
O G1 tentou entrar em contato com os advogados de José Ignácio, mas as ligações não foram atendidas até a publicação do texto.
 
FONTE: G1/ES
 
 
Leia +
Comerciante assassinado com um tiro na nuca ao lado da mulher em Anchieta
Agente penitenciário se irrita com churrasco e atira em rua do ES
Morador colhe batata doce de quase 13kg em Jacaraípe, ES
Entenda o cálculo da nova aposentadoria
Feirão online para limpar o nome tem 10 negociações por segundo
Zelador é preso suspeito de estuprar duas crianças em Cariacica, ES
INSS deve pagar 4 mil aposentados do ES após erro, diz MPF
 
 
 
 
© Copyright 2015 - Todos os direitos reservados - Rádio Piúma FM