Motorista do Uber em Vitória pode tirar R$ 5 mil por mês, diz palestrante
NOTÍCIAS
Até o início de agosto, mês que vem, o Uber deve começar a funcionar na Grande Vitória. O aplicativo de transporte particular iniciará o atendimento na região com o chamado Uber X, sua categoria mais básica. As tarifas ainda não foram fechadas, mas devem sair até o fim desta semana.
“Ainda estamos fechando a área de atuação, mas a gente entende Vitória, Vila Velha, Serra e Cariacica como uma só região”, explicou um palestrante em reunião na tarde desta quarta-feira (13) com interessados em atuar com o Uber em um hotel da Capital. A GAZETA acompanhou o encontro.
Desses municípios, somente na Capital já foi debatida uma legislação específica com relação ao funcionamento de aplicativos como esse. O projeto de lei foi aprovado pela Câmara e aguarda sanção do prefeito.
No encontro, participaram cerca de 40 pessoas interessadas em trabalhar por meio do aplicativo, que permite fazer o transporte de clientes com o carro particular. “O primeiro produto que vamos trazer para Vitória é o Uber X”, disse o palestrante. No caso desta categoria, a exigência é de que o carro seja ano 2008 ou após isso, tenha quatro portas, ar-condicionado e cinco lugares.
O palestrante falou principalmente sobre como funciona o Uber e a relação de trabalho com os motoristas ligados a ele. “Em cidades médias como Vitória, uma pessoa trabalhando oito horas diárias pode tirar R$ 5 mil por mês brutos, tirando a parte da prestação de serviço do Uber (que é de 25% por corrida)”, disse.
Em diversos momentos, ele afirmou que a empresa passaria a atuar na Capital capixaba e que por isso trazia benefícios e facilidades aos possíveis colaboradores. “Sempre procuramos parceiros locais. Temos desconto de 14% na compra de carro em duas marcas. Também contamos com um programa de vantagens para manutenção e combustível”.
No fim da reunião, entretanto, ao ser questionado pela reportagem, o palestrante disse que tudo isso era apenas expectativa e que não poderia falar oficialmente.
SITE
Nesta quarta-feira (13) também foi aberto um site (o www.uber.com/cities/vitoria) dizendo que “A Uber movimenta Vitória”, onde é possível simular trajetos na região, embora ainda não indique as tarifas.
Apesar de tudo isso, a empresa oficialmente não confirma sua chegada no Estado. “As sessões de informação que estão sendo realizadas em Vitória não significam a entrada imediata da Uber na capital capixaba. Quando houver algo definitivo, faremos um anúncio oficial”, diz nota enviada pela assessoria de imprensa.
SOBRE O UBER
A primeira categoria a ser implantada em Vitória será o Uber X, a modalidade mais básica do serviço. Para isso o carro precisa ter:
- Quatro portas
- Ar-condicionado
- Cinco lugares
- Ser de depois de 2008
Quem pode ser motorista
Qualquer pessoa pode ser motorista do Uber em Vitória, mas ao se cadastrar deve apresentar dois documentos:
- Carteira Nacional de Habilitação com observação de atividade remunerada
- Atestado de antecedentes criminais.
- Documentação do carro
Não é permitido ao motorista
O que não é permitido a um motorista do Uber e pode causar o desligamento:
- Estar on-line no aplicativo fora do carro
- Solicitar avaliações à empresa pessoalmente do serviço
- Falar sobre serviços de transporte fora do Uber (se você for taxista, por exemplo, não - ofereça atendimento ao cliente que estiver utilizando o Uber)
- Compartilhar a sua conta de motorista do Uber com outra pessoa
- Pedir gorjeta (mas pode receber caso seja oferecido pelo cliente)
- Se comunicar com os usuários do aplicativo após a viagem
Lucro
A cada corrida, 25% do valor é repassado à empresa. Para uma cidade como Vitória, em média, um motorista que trabalha quatro horas diárias ganha R$ 2.500 brutos por mês. Quem dirige para o uber por oito horas diárias tira cerca de R$ 5 mil brutos.
Pagamento
O motorista não vai lidar com dinheiro. Os pagamentos são feitos por meio de cartão do usuário cadastrado no aplicativo.
Tarifa
Até o final da semana deve ser definida para Vitória.
Cálculo
O cálculo é feito com base em um preço inicial, que é a remuneração pelo serviço, mais um valor sobre os quilômetros rodados e outro sobre o tempo.
Fator multiplicador
Dependendo da demanda, a tarifa calculada pelo aplicativo pode aumentar. Se estiver acontecendo um show, por exemplo, à noite, e muitos pedidos forem feitos de um mesmo ponto, a corrida pode ficar mais cara.
Identificação
O aplicativo mostra ao usuário a foto, o primeiro nome do chofer e o carro que irá transportá-lo. Ao motorista, mostra a foto e o nome do cliente.
 
 
Leia +
Comerciante assassinado com um tiro na nuca ao lado da mulher em Anchieta
Agente penitenciário se irrita com churrasco e atira em rua do ES
Morador colhe batata doce de quase 13kg em Jacaraípe, ES
Entenda o cálculo da nova aposentadoria
Feirão online para limpar o nome tem 10 negociações por segundo
Zelador é preso suspeito de estuprar duas crianças em Cariacica, ES
INSS deve pagar 4 mil aposentados do ES após erro, diz MPF
 
 
 
 
© Copyright 2015 - Todos os direitos reservados - Rádio Piúma FM