Piúma decreta estado de emergência após aumento da destruição na orla
NOTÍCIAS
Em Piúma um problema antigo está ainda pior. É que o mar agitado derrubou mais uma parte da via principal, aumentando a erosão que já atinge a praia há anos. Pedestres, ciclistas e motoristas agora ocupam o mesmo espaço na orla da cidade no litoral Sul do estado.
 
O prefeito, Ricardo Costa, disse que com a nova situação, vai decretar estado de emergia na orla. “Reunimos os documentos necessários para dar entrada no decreto de estado de emergência da orla”, declara Costa.
 
Com o decreto, o prefeito esclarece ainda que vai buscar nos governos, verbas para que uma nova orla seja construída. Enquanto não há obras, o local foi sinalizado, e os pedestres e ciclistas passaram a dividir espaço com carros e motos.
 
O projeto segundo a prefeitura, é transformar parte da orla em mão única. A proposta é estudada junto ao Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran – ES). O secretário municipal de obras, André Layber, explicou que os veículos que seguem de Itaipava para o centro de Piúma, terão que sair da beira-mar para usar o desvio em ruas paralelas.
 
Já quem segue de Piúma para Itaipava, poderá usar a via normalmente. “Com o avanço do mar, a proposta da mudança no trânsito é não permitir os veículos passem tão próximo da erosão”, explica Layber.
 
 
O processo de erosão na praia de Piúma é antigo, e os moradores aguardam a execução do projeto de reurbanização há anos. Quem vive na “Cidade das Conhas”, diz que a promessa é a antiga, e a obra nunca saiu do papel. Comerciantes dizem está no prejuízo com o problema da erosão na orla.
 
O presidente da Associação Comercial de Piúma (Ascopi), Alessandro Domingos Tirado, ressalta que somente neste início de ano, mais de cinco empresas fecharam as portas, e até o fim do ano, outras se preparam para fechar também.
 
“Isso é muito triste para a nossa cidade. São quase 20 anos de sofrimento da população e promessas não cumpridas. Estamos abandonados. Espero e torço para que o prefeito consiga comover o governo para nos ajudar com esse enorme problema que foi gerado por decisões erradas no passado”, explana Alessandro, que também é comerciante.
 
FONTE: PORTAL 27

 

Leia +
Zelador é preso suspeito de estuprar duas crianças em Cariacica, ES
Comerciante assassinado com um tiro na nuca ao lado da mulher em Anchieta
Agente penitenciário se irrita com churrasco e atira em rua do ES
Morador colhe batata doce de quase 13kg em Jacaraípe, ES
Empresário morto em Anchieta pode ter sido vítima de latrocínio, diz polícia
Vale tem vagas de estágio no ES com bolsa de até R$ 1.118
Prefeitura confirma dois casos de zika vírus em Vitória
 
 
 
 
© Copyright 2015 - Todos os direitos reservados - Rádio Piúma FM