Sicoob ES é a cooperativa mais lembrada do Espírito Santo em Recall de Marcas
NOTÍCIAS
A consolidação do modelo cooperativista como mais vantajoso em relação ao mercado tradicional tem feito o número de adesões ao Sicoob ES aumentar, assim como a lembrança da marca pelos dos consumidores como referência em economia compartilhada. A instituição financeira cooperativa foi citada por 22,5% dos entrevistados na categoria Cooperativa no 26º Recall de Marcas de A Gazeta. A cerimônia de entrega da premiação foi realizada na última quinta-feira (6). O presidente do Sicoob ES, Bento Venturim, foi quem recebeu a premiação. 
 
 
 
Venturim destaca que o atendimento personalizado, focado nas necessidades de cada associado, é um dos diferenciais do maior sistema de cooperativas de crédito do Brasil. Ele enfatiza que esse posicionamento proporciona proximidade e empatia entre a instituição e os cooperados. 
 
 
 
Criada em 1989, a instituição recebe, a cada ano, número recorde de novos clientes. Somente no período de janeiro a junho de 2018, foram cerca de 15 mil novas adesões. O Sicoob ES é a marca mais lembrada na categoria Cooperativa do Recall de A Gazeta desde que ela foi criada, em 2010.
 
 
 
Sobre o Sicoob
 
O Sicoob é o maior sistema cooperativo de crédito do País. Aberto a empresas e a pessoas físicas, trabalha com produtos e serviços tipicamente bancários, com custos menores do que os do mercado. Os associados, que são donos do negócio, participam dos resultados e dispõem de tecnologia que facilita a movimentação. Além disso, têm a mesma segurança que os clientes de bancos comerciais, pois a instituição garante cobertura de R$ 250 mil por cliente.
 
 
 
Com operação no Espírito Santo e no Rio de Janeiro, o Sicoob ES tem mais de 256 mil associados. São oito as cooperativas filiadas: Norte, Leste Capixaba, Centro-Serrano, Sul-Serrano, Sul, Sul-Litorâneo, Sicoob Credirochas e Sicoob Credestiva. O sistema atua em todo o Brasil, com 2,6 mil unidades, e atende 4 milhões de associados.
“O pastor George, em parceria com a pastora Juliana, buscava uma ascensão religiosa e aumento expressivo de arrecadação de valores por fiéis e, para esta finalidade, ceifou a vida dos menores Kauã e Joaquim para se utilizar da tragédia em seu favor”, diz a decisão.
 
 Fonte: Assessoria de Imprensa do Sicoob ES
Leia +
Comerciante assassinado com um tiro na nuca ao lado da mulher em Anchieta
Agente penitenciário se irrita com churrasco e atira em rua do ES
Morador colhe batata doce de quase 13kg em Jacaraípe, ES
Entenda o cálculo da nova aposentadoria
Feirão online para limpar o nome tem 10 negociações por segundo
Zelador é preso suspeito de estuprar duas crianças em Cariacica, ES
INSS deve pagar 4 mil aposentados do ES após erro, diz MPF
 
 
 
 
© Copyright 2015 - Todos os direitos reservados - Rádio Piúma FM